• ABREMI

Ametista do Sul - peculiar aproveitamento de minas exauridas geram turismo.


Esse surpreendente bar e restaurante está localizado no subsolo da zona urbana de Ametista do Sul, sede do município de mesmo nome no Rio Grande do Sul e é resultado do incentivo ao aperfeiçoamento da cadeia produtiva da ametista, em cujas galerias de uma mina exaurida foi instalado.

Originalmente se disseminavam garimpos de ametistas (aproveitamento de grandes geôdos e cristais para joalheria). Mas a lavra descontrolada gerou graves problemas, como silicose pulmonar e uso indiscriminado de explosivos. Um projeto do CTEM, do qual fez parte a Universidade Federal do RGS, criou a cadeia produtiva que inclui hoje normas de produção, a formação de lapidadores e o turismo, envolvendo diversos municípios da região destas ocorrências. Este bar/restaurante e a igreja principal de Ametista do Sul, completamente forrada por ametista, são exemplos emblemáticos. Aproveite e visite este acolhedor recanto do Brasil para se vingar da pandemia.

6 visualizações0 comentário